O QUE LEVA UM SUJEITO A SE ASSOCIAR ÀS COMUNIDADES VIRTUAIS DE DEBATE CIENTÍFICO NAS REDES SOCIAIS DA INTERNET?

Ivanderson Pereira Silva, Diego Rodrigo Leite da Silva

Resumo


Trata-se de um estudo exploratório que se deu a partir da análise das comunidades virtuais do Orkut que investigou os motivos que levavam os sujeitos a participar de comunidades que trazem como proposta central o debate sobre temas relacionados à Física. Ao longo da exposição são evidenciados os tipos de conteúdos e interação que nelas acontece, bem como suas potencialidades e limitações para o debate sobre Física. Apresenta num primeiro momento a discussão sobre atores sociais, redes sociais, interação, laços sociais, identidade e alteridade. Num segundo momento, é apresentada a metodologia, a coleta e análise dos dados. Este estudo deu-se à luz da teoria das redes sociais na internet e se materializou a partir da análise das sete mais populosas comunidades de Física do Orkut. Foram evidenciados os tipos de conteúdos e interação que nelas acontece, bem como suas potencialidades e limitações para o debate sobre Física. Verifica-se que a principal função do Orkut é produzir visibilidade e que apesar de efetivamente promoverem debates sobre ciência e afins dentro dessas comunidades, a (des)construção das identidades e o imperativo da visibilidade/alteridade são na verdade os reais propulsores da associação dos sujeitos a esses grupos.

Palavras-chave


Comunidades virtuais; Divulgação científica; Orkut

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1