REDES SEMÂNTICAS COMO FERRAMENTAS COGNITIVAS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO NO ENSINO DE CIÊNCIAS

Eliana Santana Lisbôa, Daniel Antonio Karling, Fabio Henrique Gil

Resumo


Este trabalho é o resultado de um estudo realizado no âmbito da Disciplina Estágio Supervisionado do Curso em Licenciatura em Computação da Universidade Federal do Paraná- Setor Palotina que foi realizado com alunos do 9º ano do Ensino Fundamental I, de uma Escola Pública da Rede Estadual de Ensino do município de Palotina- PR, cujo objetivo principal foi melhorar apreensão dos conteúdos abordados em sala de aula com uso das tecnologias digitais de informação e comunicação na criação de redes semânticas com ferramentas cognitivas. O estudo incidiu sobre o componente curricular Ciências Naturais, em que foi explorado o conteúdo Átomo. A metodologia utilizada insere-se na abordagem da pesquisa qualitativa de caráter exploratório, considerando ser o primeiro estudo realizado desta natureza. Para a coleta dos dados, foram aplicados dois questionários – o primeiro aplicado aos alunos e o segundo à professora de Ciências, buscando analisar se de fato a adoção da estratégia metodológica de usar as redes semânticas por meio da ferramenta CmapTolls constituiu uma ação inovadora que contribuiu para melhor apreensão do conteúdo daquela disciplina. Os resultados apontaram, de forma segura, que as redes semânticas influenciaram de forma significativa a aprendizagem do conteúdo escolar explorado em sala de aula e contribuiu sobremaneira para um repensar na prática do professor no que diz respeito a inclusão digital dos alunos por meio da adoção de Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação - TDIC em contexto educativo.

Palavras-chave


Ferramentas Cognitivas, Redes Semânticas, Conhecimento, Ciências

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1