EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O MOVIMENTO DE DESTERRITORIALIZAÇÃO

Julia Cristina Granetto Moreira, Beatriz Helena Dal Molin

Resumo


Este artigo pretende refletir sobre o papel que ocupa da Educação a Distância (EaD) na Sociedade Convergente, discutindo como a modalidade, com a presença da Tecnologia de Comunicação Digital (TCD), está ganhando cada vez mais destaque e credibilidade, tanto a nível de Brasil como global. A EaD cumpre hoje o papel de tornar a educação mais inclusiva e democrática, neste sentido, a maneira de ensinar com a modalidade não deve ser vista como a mera transposição do ensino presencial, mas sim possibilitando novos e outros territórios. Neste sentido, abordaremos no artigo a possibilidade de uma desterritorialização da EaD, conforme conceitos de Deleuze e Guattari, de maneira que tal modalidade esteja de fato em sintonia com o momento convergente que vivenciamos.

Palavras-chave


Educação a Distância; Tecnologia de Comunicação Digital; Território; Desterritorialização.

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1