APRENDIZAGEM AUTÔNOMA: UMA ABORDAGEM DESCRITIVA NO AMBIENTE VIRTUAL E TUTORAL

Tereza Cristina Mendes Vieira

Resumo


Este estudo apresenta algumas reflexões sobre a necessidade do ensino a distância adotar novas estratégias para promover a autonomia do aluno no ambiente virtual. Frente às profundas transformações na sociedade, com a inserção das novas Tecnologias de Informação e de Comunicação como ferramentas de troca de informação e conhecimento, o aprofundamento de pesquisas orientadas para as didáticas que promovam projetos mais flexíveis é vital. As exigências por uma dinamicidade maior nos processos de ensino são cada vez maiores. As ferramentas de discussão que usam a internet e os recursos web, como o e-mail, o fórum de discussão, o chat, a videoconferência, a lista de discussão, provocam uma revolução não somente no campo da educação, mas também no estilo de vida da sociedade contemporânea. Novas formas de ensinar e aprender devem ser adotadas. Professores e instituições de ensino têm que romper com velhos paradigmas para garantir a construção de uma aprendizagem autônoma na EaD. Há de se substituir o modelo de ensino a distância que foi adotado em 1996, quando foi implantado no Brasil, por ações educativas mais flexíveis e interativas, em que o aluno percorra o processo de aprendizagem de forma independente e, principalmente, dentro do seu próprio ritmo individual.

Palavras-chave


Ensino a distância; aprendizagem; autonomia.

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1