ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: UMA DISCUSSÃO TEÓRICA DE SUAS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS

Ana Luiza Figueira Ochiai, Ana Maria Ferrer da Rosa, Florinda Aparecida de Freitas Ferreira, Nadia Elisabeth Jokuska Camero, Roseli Bianchi da Costa Estrozi

Resumo


A leitura da criança inicia-se quando associa as imagens e sons, quando vê um livro e conta sua história. Uma vez que existe criatividade para produzir seu texto, a criança sente-se atraída pelo formato do livro, pela possibilidade de abri-lo e decifrar seus mistérios. No entanto, podemos constatar que toda essa admiração vai sendo deixada de lado, quando a escola despreza essa leitura, passando ao formalismo, onde é imposta a tarefa de decifrar códigos. E isto se agrava mais ainda quando as cópias passam a ser cobradas para melhorar a letra e fixar a escrita. A alfabetização é considerada, em geral, como a capacidade de ler e escrever com certo grau de habilitação. Com maior precisão, pode ser definida como uma capacidade técnica de decodificar signos ou impressos, símbolos ou letras, que formam palavras. Discorrer sobre o letramento é uma tarefa que demanda uma análise cautelosa sobre em qual contexto este letramento está inserido.

Palavras-chave


alfabetização; letramento; leitura; criatividade; decifrar códigos.

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1