Revista Paidéi@ - Revista Científica de Educação a Distância, Vol. 9, No 15 (2017)

ALFABETIZAÇÃO EM NEUROCIÊNCIA E EDUCAÇÃO PARA PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO:UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

Amauri Betini Bartoszeck, Dênia Falcão Bittencourt

Resumo


Este estudo exploratório visou avaliar através de um questionário de 10 perguntas ancoradas em escala Likert qual a apreensão que uma amostra de 189 professores da educação infantil, ensino fundamental e médio, lecionando em escolas de cidades de zona rural e de zona urbana, têm da relevância da neurociência e educação na prática de ensino e aprendizagem de seus alunos. O teor das perguntas varia do conhecimento básico sobre o sistema nervoso central e periférico, períodos crítico e sensível, neuroplasticidade, ambiente enriquecido, desenvolvimento e aprendizagem, biologia da memória, emoção, sono e sonho e cérebro e codificação de informação. A fundamentação teórica utilizada baseou-se no conceito de “alfabetização” em neurociências. A avaliação quantitativa (porcentagem, média e desvio padrão) indicou que, em termos gerais, os professores desta amostra são favoráveis à aplicação dos conceitos da neurociência educacional como contribuição para o ensino e aprendizagem de suas disciplinas. Todavia, discordaram da relevância de período crítico e codificação da informação pelo cérebro com implicações educacionais . A análise dos dados obtidos fornecerá subsídios para o planejamento de um Curso Livre (80h) modalidade EAD em neurociência e educação online.
Palavras-chave: ensino, aprendizagem, neurociência educacional, EAD, professores

Texto Completo: PDF