Revista Higei@ - Revista Científica de Saúde, Vol. 1, No 2 (2017)

ISOLAMENTO E IDENTIFICAÇÃO DE BACTÉRIAS PRESENTES EM ESCOVAS DENTAIS

Priscila Reina Siliano, Georgia de Marco, Gabriela Rodrigues Francisco

Resumo


As escovas dentais são muito utilizadas por toda população, mas embora todos saibam de sua importância na higienização dos dentes, poucos conhecem os cuidados que devem ser tomados para que ela não acabe se transformando em um agente transmissor de doenças. O objetivo deste trabalho foi isolar e identificar as bactérias presentes nas escovas dentais assim como desenvolver um método eficaz de descontaminação das mesmas. Foram analisadas 55 escovas de dente com tempo de uso e local de armazenamentos diferentes. O material das escovas foi inoculado em meio Agar Nutriente e MacConkey. Para as bactérias crescidas em Agar Nutriente, foi realizada coloração de Gram e teste de catalase, enquanto que para as crescidas em Agar MacConkey foi realizado o teste do Enterokit B. As amostras apresentaram 92,9% de crescimento em Agar nutriente e foram identificados como cocos e bacilos Gram positivos e Gram negativos. Os gêneros bacterianos identificados foram: Staphylococcus sp. e Streptococcus sp. Já em meio Agar Mac Conkey o crescimento foi de 84 % das amostras. Os gêneros encontrados foram: Salmonella sp. , Serratia sp., Citrobacter sp., Hafnia sp.. O método de descontaminação mais eficaz foi utilizando-se água fervente por 15 minutos que descontaminou 100% das amostras. Métodos de descontaminação são importantes para a eliminação das bactérias presentes nas escovas, bactérias essas que podem fazer parte da microbiota da cavidade oral, mas também possuem potencial patogênico.

Texto Completo: PDF