Ágor@ - Revista Acadêmica de Formação de Professores, Vol. 3, No 5 (2018)

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EaD): PROCESSO DE HUMANIZAÇÃO, QUALIDADE DE ENSINO-APRENDIZAGEM E FORMAÇÃO CRÍTICA EM SERVIÇO SOCIAL

Magda Lúcia Silva

Resumo


Na graduação de Serviço Social, pela modalidade EaD, é preciso uma reflexão sobre a qualidade da formação profissional do graduando, indivíduo que atuará no âmbito das políticas socioassistenciais tanto públicas como privadas. É a prática no exercício da formação que possibilitará ao futuro profissional sair da alienação em que se encontra e aproximar-se da realidade da questão social em suas diversas expressões. As referências bibliográficas foram de importante valia para tal reflexão, uma vez que trouxeram à tona os elementos pesquisados pelos autores, podendo assim, indicar os procedimentos e práticas a serem cumpridos. Dada a recente expansão dos cursos a distância, e a grande procura que alcançou essa modalidade de ensino, se faz necessário estabelecer quais resultados se espera dos futuros assistentes sociais para atuar na realidade social brasileira. O curso EaD em serviço social tem a responsabilidade com a determinação de formar profissionais críticos e reflexivos, a fim de que olhem para os sujeitos, despojados de todo e qualquer preconceito, e que respeitem as diversidades, comprometidos com o código de ética da profissão.
Palavras-chave: Educação a distância. Humanização. Ensino-aprendizagem. Serviço Social.

Texto Completo: PDF