Ágor@ - Revista Acadêmica de Formação de Professores, Vol. 3, No 5 (2018)

O CONCEITO DE SEPARAÇAO DE MISTURAS: UM ESTUDO REALIZADO COM ALUNOS DO 9° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Sávio Eduardo Oliveira Miranda, Priscila Gonsalves de Souza, Gilson Caminha da Silva, Maria de Fátima Lázara, Thiago Rodrigo Mortari Gomes

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de atividades experimentais associados aos conceitos de separação de misturas numa escola particular na disciplina de química no 9° ano do ensino fundamental. O ensino da química está em defasagem. Professores e alunos estão desmotivados com o conteúdo em decorrência de uma série de fatores, dentre ele a ausência de aulas práticas. A experimentação desperta o interesse dos alunos, uma vez que tem caráter motivador e lúdico. Quando associado a teoria, torna o aprendizado mais sólido pois estimula todos os sentidos do aluno. A abordagem envolveu os educandos na tentativa de identificar a quantidade de álcool presente na gasolina a partir da propriedade de solubilidade bem como analisar a purificação da água por um método simples e de baixo custo utilizando para isso sementes de Moringa (Moringa oleífera). A metodologia permitiu perceber a interferência do ensino formal quando se pretende mediar aprendizagens por descoberta e em que medida a experimentação pode tornar a aprendizagem significativa. Conclui-se que ao unir a teoria com a experimentação, inseridos em um contexto local, distanciou o ensino de química do modelo tradicional, puramente teórico. Desta forma os alunos passaram a compreender alguns fenômenos que os cercam e ainda, despertar um maior interesse pelas ciências, em especial a química.

Texto Completo: PDF