A MULTIMODALIDADE NO MATERIAL DIDÁTICO IMPRESSO (MDI) PARA A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA (EaD)

Marilene Assis Mendes, Maria Nahir Batista Ferreira Torres

Resumo


Apesar do avanço das Tecnologias da Informação e Comunicação (TDIC), o material didático impresso (MDI) ainda é um recurso presente na Educação à Distância (EaD) e constitui-se no suporte de estudo mais utilizado para se trabalhar o conteúdo desses cursos. As modalidades de linguagem presentes nesse material podem contribuir de forma significativa para a mediatização do conhecimento ora pretendido. Num contexto em que os textos híbridos estão cada vez mais presentes, o objetivo deste trabalho foi investigar a multimodalidade no MDI para identificar como está sendo utilizado esse recurso no processo de aprendizagem dos alunos da EaD. Para tanto, foram consultados autores como PRETI (2009) e VIDAL (2014) a respeito do MDI para a EaD; DIONÍSIO (2007), MARCUSCH (2010) e ROJO (2012), sobre textos multimodais; e VIERA; SILVESTRE (2015), que deram o respaldo a análise de elementos em multimodalidade, baseadas na Gramática do design visual de Kress; van Leeuwen (2006). A metodologia constituiu-se de pesquisa documental do MDI para um curso de especialização ofertado nessa modalidade de ensino, analisado à luz de elementos de multimodalidade expressos na Gramática do design visual. Constatou-se que a presença de elementos visuais nesse material foi reduzida ao caráter instrumental na maioria das ocorrências. Contudo, quando utilizadas como elementos de composição do texto, as gravuras relacionavam-se intrinsecamente com o conteúdo e contribuíam para sua assimilação. Assim, concluiu-se que uma maior utilização dos recursos visuais no MDI pode contribuir na aprendizagem do aluno da EaD.

Palavras-chave


educação a distância; material didático impresso; texto multimodal; multimodalidade

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1