ESTRUTURA HIPERMIDIÁTICA NO MOODLE PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

Fabiane Sarmento Oliveira Fruet, Miguel Alfredo Orth, Marcus Freitas Neves

Resumo


Problematizamos, neste artigo, as potencialidades da estrutura de hipermídia no Moodle em um curso de formação continuada de professores denominado Mídias na Educação. Esse curso é oferecido na modalidade a distância pela Universidade Federal de Pelotas em parceria com a Universidade Aberta do Brasil. Assim, realizamos um Estudo de Caso a partir do componente curricular Metodologia de Pesquisa Científica desse curso, no qual foi possível perceber que é necessário dar atenção à seleção e organização dos materiais que irão compor a estrutura hipermidiática dos componentes curriculares de um curso de formação continuada no Moodle a fim de que obtenha êxito. Detectamos que isso faz diferença no que tange a aprendizagem e o envolvimento dos professores cursistas com os conteúdos a serem trabalhados em um curso. Também observamos que essa estrutura, no Moodle, apresenta subsídios para potencializar a interação, a interatividade e o desenvolvimento da flexibilidade cognitiva dos cursistas. Além disso, percebemos que a navegação em uma hipermídia respeita o ritmo e os estilos cognitivos dos cursistas, porque possibilita que os conteúdos a serem estudados sejam acessados de forma não linear, uma vez que se pode acessá-los conforme o interesse de cada cursista e mediados por diferentes mídias. Devido a isso, os cursistas puderam realizar associações entre os temas estudados no componente curricular, o que propiciou a ampliação da visão deles sobre os assuntos abordados e, posteriormente, a aplicação desse conhecimento na elaboração e no desenvolvimento do próprio projeto de pesquisa com vistas à realização do trabalho de conclusão de curso.

Palavras-chave


Formação continuada de professores; Educação a distância; Hipermídia; Flexibilidade cognitiva.

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1