FORMAÇÃO A DISTÂNCIA E LEARNING NA POLÍCIA SEGURANÇA PÚBLICA EM PORTUGAL

Firmo Ferreira, J. António Moreira

Resumo


A política formativa policial visa dotar os seus profissionais de competências e qualificações que respondam aos novos desafios societais. Por se considerar que a formação a distância pode constituir-se como uma solução para minimizar os atuais condicionalismos dos sistema formativo policial desenvolvemos o presente trabalho que tem como objetivo conhecer as representações dos profissionais da PSP relativamente à formação ministrada a distância. É um estudo que, em termos metodológicos, realiza uma abordagem de cariz quantitativo e que coloca a ênfase na perceção dos formandos em questões relativas ao seu percurso formativo nesta modalidade. A investigação estendeu-se a todos os elementos da PSP que frequentaram com aproveitamento, entre 2007 e 2013, pelo menos uma ação de formação. Os principais resultados do estudo permitem-nos concluir que existe um grau de concordância e um posicionamento muito favorável à implementação da formação a distância, considerando-a uma opção muito adequada atendendo às especificidades da instituição.

Palavras-chave


educação a distância; elearning

Texto completo:

PDF


ISSN - 1982-6109 - Qualis:B1